Vanderlei Silva

É o nosso gerente, apoio aos locutores, sempre de olho em possíveis integrantes para a rádio, trabalha na questão operacional do funcionamento da rádio. Amante da boa música

DJ TESTA

Nascido em Osasco/SP no dia 23 janeiro de 1978, filho de casal mineiro, o segundo de quatro irmãos,em meados dos anos 80 despertou seu interesse em interagir com alguns amigos que costumavam fazer os chamados ( bailes de garagem) com apenas 12 anos. Hoje 2019 um dos djs que carrega a bandeira da black music na região da zona oeste de são paulo e idealizador do projeto ENCONTRO DANÇANTE onde reúne uma os amantes da black music pra curtir musicas de todos tempos entre muitos amigos

DJ CLAUDIO MARTINS

Começou aos 12 anos com os bailinhos de garagem, comprou seu primeiro equipamento dois toca-discos, 4 caixas JBL e uma potência quando ainda trabalhava de ofice boy. Profundo conhecedor da black music, sonoplasta, proprietário do blog http://finanostalgia.blogspot.com/

DJ VALDO MARCONDES

As batidas do Rap é uma das características do DJ Valdo Marcondes, vem de uma escola a qual o Rap influenciava muitos jovens principalmente nos anos 90. A programação do Rítimo do Ghetto retrata bem isso, muito R&B, Pagode, enfim uma programação que você não pode perder.

AUTO-DJ

Sou o Rob, responsável em fazer a transmissão automática de nossas play lists, trabalho fundamental para o funcionamento da rádio, vocês conseguem falar comigo encaminhando e-mail para ouvinte@radiohotsounds.com.br, sua opinião é muito importante para nós, sempre pensando em agradá-los.

DJ CÉLIO BORGES

Tem a música como o seu combustível de vida. Tudo isso começou nos anos 80, totalmente influenciado pela black music. Bailinhos de garagem, equipamento 3x1, fitas cassetes, tudo isso fez parte do passado, um privilégio para quem acompanhou as programações noturnas das grandes rádios em São Paulo.

DJ EDUARDO NARBONNE

Ligado à Black Music, Jazz e Mpb desde o final da década de 70, por influência do pai, Luiz Narbonne, pesquisador e amante incondicional da boa música. Os anos 70 e 80 são classificados como verdadeiras academias da boa música, inúmeras produções nacionais e internacionais que mesmo com o passar dos anos, ficam marcadas para sempre.